4 dicas para trabalhar com ROI dentro de RH

Lucas Loconte - especialista em operação de T&D

Você sabe como é possível calcular o ROI em RH? Descubra como essa conta funciona e por que é extremamente importante para a sua empresa

As estratégias desenvolvidas para as empresas são fundamentais, visto que buscam otimizar o funcionamento das mesmas. O ROI é uma maneira de viabilizar planejamentos e trabalhar com base nos investimentos que foram feitos durante um período. 

Mas, o que é ROI? A sigla se tornou muito frequente entre os empresários. Proveniente da expressão em inglês “Return On Investiment”, ela visa calcular o retorno que um empresário teve ao realizar um investimento dentro de sua empresa.

Em qualquer área é possível realizar esse cálculo, com base no que é investido e o retorno que essa aplicação traz. Mas, você sabia que existe uma relação direta entre ROI e RH? 

Ao longo deste conteúdo vamos explicar como essa dupla funciona dentro de uma empresa. Apresentaremos também porque é extremamente importante para que a área de Recursos Humanos esteja apropriada em detrimento a outras áreas. 

Além disso, confira dicas para entender melhor o ROI do RH e acompanhar as variáveis dessa estratégia. Para você que ficou interessado, continue aqui e acompanhe! 

ROI e RH: o papel dessa dupla para métricas

Quando falamos de RH, muitas pessoas imaginam que essa equipe é responsável apenas pela administração de serviços e contratação de novos colaboradores, correto? No entanto, o setor também é de suma importância para calcular as métricas de um negócio!

A satisfação dos funcionários, custo de cada colaborador e até mesmo desempenho de uma equipe interferem nas métricas da empresa. Caso um profissional esteja trazendo poucos benefícios, certamente isso é identificado pelos cálculos do ROI dentro do RH.

ROI do RH: atitudes que refletem nos resultados

A relação entre ROI e RH faz parte da rentabilidade de uma empresa. A união deles pode  alterar os resultados e fazer com que o ROI seja ainda maior naquele negócio. Mas tudo depende da estratégia adotada.

Por isso, separamos alguns comportamentos que podem ser aplicados dentro de uma empresa para aumentar o ROI. 

Mindset dos gestores

O mindset dos gestores é fundamental nessa relação. Quanto mais visionários eles forem, mais auxílio darão aos colaboradores e ajudarão no desenvolvimento pessoal e profissional. Essa pré-disposição reflete principalmente no comportamento dentro do negócio e ajuda na produtividade da empresa e consequente aumento de ganhos.

Uso lean de recursos

Outro comportamento primordial que pode afetar o cálculo do ROI no RH é o uso lean de recursos. Essa é uma metodologia que busca gerenciar os desperdícios dentro de uma empresa e evitar gastos desnecessários.

Com a gestão inteligente é possível utilizar apenas o que é estritamente necessário para a empresa e deixar os investimentos mais enxutos.

Necessidade de treinamento

treinamento é uma forma de melhorar esse resultado e trazer ainda mais vantagens na relação ROI e RH. Com funcionários especializados e bem entendidos sobre a sua função, a produtividade aumenta e traz números expressivos para o negócio.

4 dicas fundamentais para calcular o ROI RH

Para você, empresário ou diretor de RH e que quer acompanhar o ROI desse setor na sua empresa, separamos 4 dicas fundamentais! Elas vão ajudá-los a entender como essa estratégia funciona e analisar o retorno que ela está trazendo para o seu negócio.

1.    Acompanhe todos os KPIs periodicamente

É fundamental que você esteja atento às KPIs de sua empresa periodicamente para compreender onde estão os retornos positivos e negativos. Com esse conhecimento, torna-se mais fácil buscar medidas que solucionem determinado problema.

Tendo e conhecendo a linha histórica dos seus KPIs profundamente possibilita que seja mensurado o retorno sobre investimentos em ações pontuais de RH.

2.    Invista em sistemas de gestão e automação

Outro ponto muito importante é apostar na gestão e automação. Essa adoção facilita os processos de mensuração da empresa e otimiza o acompanhamento de resultados da mesma. Ou seja, torna-se mais fácil compreender e analisar o retorno que o negócio está tendo. 

3.    Procure saber sobre as finanças da empresa

Mesmo que o ROI do RH foque somente nos investimentos e retornos dentro do setor é muito importante ficar atento às finanças da empresa. Com base nesses dados é possível analisar onde o RH pode atuar para otimizar os resultados do negócio, seja por meio de treinamento, contratação ou reestruturação de áreas.

4.    Trabalhe em conjunto com outros setores

Por último, para que você consiga calcular o ROI do RH é preciso trabalhar em parceria com outros setores

Entender como está o desempenho de uma área ou quadro de colaboradores de uma equipe, por exemplo, faz com que você enxergue se é necessário intervir por meio de novas contratações ou treinamento. 

Conclusão 

Por fim, como observamos ao longo do texto, a dupla ROI e RH é essencial para uma empresa. Mesmo que muitos acreditem que essa estratégia seja importante somente para setores financeiros, todas as áreas de uma empresa precisam entender sobre o seu investimento e retorno para saber onde otimizar e onde reduzir custos.

Assim, ao unir as forças dos departamentos de RH e Finanças é possível calcular e interpretar os resultados do ROI para gerar relatórios precisos e satisfatórios para a organização.

Comentários