Como garantir uma equipe mais diversa?

Rico Katayama - especialista em Gestão de RH

Ter um ambiente de trabalho diverso transforma uma empresa não só em um lugar mais inclusivo ou traz representatividade para as equipes internas, mas garante o desenvolvimento e o espaço para todas as pessoas

A diversidade é uma temática bastante discutida nos dias de hoje — e com razão. Mesmo que haja mais representatividade em relação às minorias, a diversidade no ambiente de trabalho ainda é muito precária. No ano de 2020, foi constatado que menos de 5% dos cargos de gerência e diretoria são ocupados por pessoas negras no Brasil.

Este cenário leva a uma grande discussão no mundo corporativo: como garantir uma equipe inclusiva dentro de sua empresa? Neste artigo, vamos mostrar quais são os maiores desafios enfrentados pelas minorias dentro de uma organização, além de apresentar estratégias de como proporcionar a diversidade no ambiente de trabalho.

Diversidade no ambiente de trabalho: quais os desafios enfrentados pelas minorias?

O ambiente de trabalho deveria ser um espaço abrangente, que buscasse apenas uma característica em comum: colaboradores dedicados. Porém, sob um viés inconsciente, muitas empresas contratam somente funcionários que fazem parte de um padrão da sociedade, confirmando como há um preconceito enraizado nessa escolha. 

No entanto, mesmo que isto seja o que as empresas devem realmente buscar em um funcionário, muitas organizações apostam nos padrões de gênero, raça, orientação sexual e até mesmo de beleza. Com isso, muitas minorias são descartadas, como sendo incapazes de executar aquelas funções.

Para esses grupos, alguns desafios são ainda maiores e acabam até mesmo com a saúde mental do colaborador. São eles: 

Glass ceiling

O termo glass ceiling remete à palavra “teto de vidro” e é associado à forma excludente que muitos empresários tratam as mulheres, com a visão de que elas são mais sensíveis. Isso impede que muitas subam de nível dentro de um negócio e assumam cargos superiores, como gerência e diretoria. 

Privilégios dados a grupos dominantes

Outro desafio comum da diversidade no ambiente de trabalho é a divisão igualitária de privilégios. Os grupos dominantes certamente tomam cargos mais altos e ocupam a maioria das vagas. 

As minorias, em contrapartida, sempre são reduzidas ou até mesmo inexistentes. Números mostram que as mulheres recebem 23,48% a menos do que os homens no meio corporativo. 

Preconceito

O preconceito, certamente, é um dos maiores desafios enfrentados neste espaço. Seja racial, de gênero ou até mesmo outra justificativa, a intolerância às diferenças transforma o ambiente em uma zona de guerra oculta e afeta até mesmo a saúde mental dos colaboradores. 

Vulnerabilidade

A vulnerabilidade também mostra um pouco do desafio da diversidade no ambiente de trabalho. Apresentar a fragilidade deveria ser, até então, uma forma de se abrir entre os colegas de trabalho. Contudo, o cenário mostra que isso é uma forma de abaixar a guarda e permitir que as pessoas ao seu redor usem isso contra você, principalmente se fizer parte de uma minoria da empresa.

Por que investir na diversidade no ambiente de trabalho?

Neste momento você deve estar se perguntando “mas por que devo investir na diversidade no ambiente de trabalho?”. A primeira resposta, sem dúvidas, é a verdadeira inclusão das minorias dentro do mercado de trabalho, mostrando que o meio corporativo pode, sim, ser uma ferramenta de representatividade.

O mercado atual desenvolve, por exemplo, produtos voltados para mulheres, mas que são chefiados por homens. A falta de representatividade pode não somente excluir um grupo de participar desse processo, como também não atender às verdadeiras expectativas.

Mas, pensando no lado do empresário, que vai além de uma reflexão social, investir na diversidades neste espaço traz não somente mais produtividade, mas também os seguintes benefícios:

  • Redução de conflitos internos;
  • Aumento da criatividade;
  • Melhora no employer branding;
  • Atração e retenção de colaboradores;
  • Melhores resultados.

Como garantir uma empresa inclusiva?

Para você que é responsável pelo cuidado com os colaboradores de uma empresa e pensa em adotar iniciativas de inclusão de minorias dentro da corporação, existem algumas formas de garantir essa diversidade e aplicá-la de forma coesa. 

Para que essas estratégias sejam aplicadas é fundamental a parceria do CEO e a voz do mesmo sobre a importância dessa mudança. Além disso, políticas internas devem ser instauradas para que não haja problemas em relação à falta de inclusão.

Outras medidas que podem ser adotadas são:

Programas de inclusão

Para iniciar os colaboradores nessa perspectiva, o time de RH pode oferecer programas de inclusão que mostram dados estatísticos com as diferenças entre raças, gêneros e até mesmo orientação sexual dentro de uma empresa. 

Com isso, é possível construir uma narrativa sobre a necessidade de diversidade no ambiente de trabalho.

Rodas de conversa

Abrir rodas de conversa, em que todos falam e opinam sobre esse novo cenário, também é uma maneira de entender as dúvidas, crenças e demais informações que são relevantes para criar um espaço mais tolerante e igualitário. 

Comitês

Para oficializar essa mudança dentro de uma empresa é extremamente importante que ocorram comitês e novas reorganizações. Nesse sentido, eles operam para que haja mais diversidade no ambiente de trabalho e que haja inclusão de pessoas competentes — independente de questões sociais. 

Recrutamento Inteligente

Por fim, o recrutamento inteligente levanta debates sobre esse assunto e dá oportunidade para que determinados grupos sejam o foco de um processo seletivo. Essa é uma forma bastante interessante de iniciar uma nova representatividade dentro da empresa. 

Com a automatização do RH também é possível reduzir ou até mesmo anular comportamentos inconscientes dos recrutadores que podem interferir no recrutamento justo e igualitário. Nesse sentido, a automatização ajuda a criar um espaço diversificado dentro da empresa.

A Magalu aposta fortemente nisso, lançando recentemente o projeto de recrutamento somente para pessoas negras

Conclusão

Entendemos, então, que incentivar a diversidade no ambiente de trabalho não é nada complexo, apenas exige uma nova visão por parte da empresa. 

O recrutamento inteligente é uma ótima oportunidade para os negócios que pensam adotar, neste momento, uma ferramenta de inclusão. Este tema não é apenas uma “moda”, como o senso comum diz, mas sim, uma pauta necessária, principalmente para o meio corporativo. Ou seja, é um tema sério e de suma importância que precisa ser tratado como tal.

Por sua vez, os colaboradores também devem ser educados para que entendam sobre a necessidade de representatividade dentro da empresa. Isso pode ser feito por meio da equipe de T&D, com capacitações que mostram a importância desse reconhecimento.

Comentários