Como medir os resultados de aprendizagem com auxílio do Skore?

João Cunha - especialista em estratégias de T&D

Entenda como a plataforma da Skore pode auxiliar sua empresa a medir os resultados de aprendizagem dos seus programas de treinamento e desenvolvimento

Medir os resultados de aprendizagem de um programa de treinamento e desenvolvimento é fundamental para determinar se os objetivos pretendidos pela empresa estão sendo atingidos.

Isso é válido tanto em relação àquilo que se espera que os colaboradores dominem a partir da qualificação, quanto para a elaboração e aprimoramento do curso em si.

Por isso, avaliações junto aos profissionais são de suma importância, assim como a obtenção de métricas ligadas ao processo de aprendizagem e a comparação das duas situações.

Definição dos principais resultados de aprendizagem 

Os resultados de aprendizagem na educação corporativa se referem à enunciação do que os colaboradores conhecem, entendem e são capazes de realizar ao fim de um programa de treinamento. 

Essa descrição é feita de acordo com seus conhecimentos, aptidões e competências, que são entendidos como:

  • Conhecimentos: representam o resultado da assimilação do conteúdo por meio do processo de aprendizagem, seja ele relacionado a teorias, fatos, práticas ou princípios ligados à área de estudo do trabalho;
  • Aptidões: estão ligadas à capacidade de utilizar os conhecimentos obtidos para realizar atribuições e resolver problemas, seja de forma prática ou cognitiva;
  • Competências: se referem à capacidade de empregar o conhecimento e as aptidões, com auxílio das próprias capacidades pessoais, para gerar valor no contexto profissional. 

Descrever os resultados de aprendizagem com base nesses conceitos é fundamental para registrar as conclusões das avaliações profissionais.

A partir disso, é possível não apenas saber se os colaboradores foram capazes de agregar os domínios e habilidades pretendidos, mas também se o programa desenvolvido é eficiente para atingir essas metas e se as pessoas estão engajadas nele. 

Metodología para definir resultados 

A definição dos resultados de aprendizagem pode variar bastante de acordo com cada perfil de empresa, de RH e do próprio treinamento. 

Contudo, é de suma importância que a descrição das avaliações leve em consideração os aspectos citados acima, ou seja, os conhecimentos, aptidões e competências adquiridos pelos profissionais.

Para os conhecimentos, a descrição deve trazer aquilo o que as pessoas sabem e compreendem com clareza. As aptidões precisam tratar basicamente sobre aquilo que os times sabem fazer. Já as competências devem descrever o que os profissionais de fato fazem, evidenciando o uso conjunto de seus conhecimentos e aptidões nas rotinas profissionais, levando em consideração seus domínios pessoais, técnicos e sociais. 

A partir da elaboração dos resultados de aprendizagem, espera-se que as conclusões obtidas junto aos participantes do programa estejam alinhadas aos objetivos e metas que a empresa possui com a qualificação.

Quando isso não ocorre, muitas vezes é sinal de que a trilha, os conteúdos, os métodos de avaliação ou outros elementos do curso não são eficientes o bastante para atingir aquilo o que se pretende. 

Medir os indicadores de treinamento e compará-los à definição dos resultados é fundamental para determinar o que funciona, o que precisa ser corrigido e o que pode ser melhorado. 

Justamente por isso que boas tecnologias para treinamento são imprescindíveis, pois permitem obter as métricas necessárias para essa comparação e ainda personalizar o programa proposto de acordo com as conclusões obtidas e com o que a organização precisa. 

Como medir os resultados com auxílio do Skore

Nos esforços para adequar os treinamentos às demandas obtidas através dos resultados de aprendizagem, quanto mais completos e precisos forem os indicadores, mais insumos o RH terá para identificar o que precisa ser aprimorado.

A Skore é a plataforma definitiva para o aprendizado digital, e garante mais liberdade para criar, testar e otimizar o aprendizado.

Além de conferir total personalização e escalabilidade para diferentes canais, conteúdos e experiências de ensino, o sistema é dotado de inúmeras métricas, que podem atender a diferentes necessidades de acordo com o que os seus resultados indicam e exigem.

Em cada ferramenta ou fluxo de conhecimento, é possível filtrar as métricas de acordo com treinamentos, profissionais, times, períodos e outros filtros específicos, obtendo insights a partir de elementos como:

Relatórios

  • Porcentagem de adoção (quantas pessoas utilizaram a plataforma ao menos uma vez);
  • Porcentagem da base ativa (volume de usuários que acessaram pelo menos um conteúdo no mês);
  • Total de acessos durante o período;
  • Porcentagem de missões concluídas;
  • Adoções relativas a cada missão;
  • Lista de engajamentos por usuário;
  • Níveis mensais de engajamento dos usuários, divididos por aqueles sem engajamento, pouco engajados, engajados e muito engajados.

Acessos

  • Total de acessos;
  • Número de conteúdos acessados;
  • Quantidade de conteúdos obsoletos (não acessados há muito tempo);
  • Número de usuários sem acessos;
  • Gráfico de acessos ao longo do tempo;
  • Médias de horários com mais acessos;
  • Número de acessos por conteúdo;
  • Porcentagem de acessos que cada conteúdo tem em relação ao total do programa;
  • Acessos por usuário.

Missões

  • Total de missões ativas;
  • Porcentagem de usuários matriculados em alguma missão;
  • Número de usuários sem matrícula;
  • Lista de adoções por missão;
  • Gráfico de matrículas ao longo do tempo, com volume mensal de matrículas e de missões completadas;
  • Audiência das missões, que indica quais são os times ligados a elas e se elas estão ou não ativas.

Usuários

  • Total de usuários;
  • Total de times;
  • Porcentagem da base ativa de usuários nos últimos 30 dias;
  • Número de usuários que nunca acessaram a plataforma;
  • Base de usuários, com nome, e-mail, username, perfil e time;
  • Gráfico com a criação de usuários ao longo do tempo;
  • Relação de times com usuários.

Convites

  • Porcentagem de convites aceitos;
  • Total de convites enviados;
  • Número de convites pendentes;
  • Lista com todos os convites enviados, com o respectivo usuário, data de envio e se foi feita a notificação;
  • Gráfico mensal de convites enviados ao longo do tempo.

Conteúdo

  • Total de conteúdos e de espaços;
  • Tabela com índice de diferentes formatos de conteúdo;
  • Relação de autores e conteúdos criados;
  • Gráfico mensal com conteúdos criados ao longo do tempo;
  • Gráfico com acessos por idade do conteúdo;
  • Relação de conteúdos por espaço na plataforma;
  • Relação de conteúdos disponíveis por time.

Chatbot

  • Total de interações;
  • Média de interações por usuário;
  • Número de usuários ativos;
  • Gráfico mensal com índice de mensagens recebidas ao longo do tempo;
  • Relação das mensagens recebidas e os envios por usuário de cada uma delas;
  • Relação de mensagens que não foram identificadas pelo chatbot.

Exames e atividades

  • Gráfico com os exames realizados ao longo do tempo;
  • Número total de exames;
  • Média de notas;
  • Relação de exames realizados, com seu conteúdo, data de conclusão, usuário e nota;
  • Relação das questões com mais erros;
  • Lista de exames. 

Engajamento por conteúdo

  • Likes, comentários e bookmarks (favoritos) ao longo do tempo;
  • Lista de likes, comentários e bookmarks, com total, média, além daqueles sem interações.

Engajamento por usuário

  • Média de acessos por usuários;
  • Porcentagem de usuários sem acesso;
  • Quantos dias com acessos;
  • Comparativo da porcentagem da base ativa e da base inativa;
  • Lista de engajamento por usuários;
  • Barra com porcentagens de nível de engajamento geral, que pode conter pouco engajamento, sem engajamento, engajado e muito engajado. 

Viu como as métricas da Skore são completas, precisas e perfeitas para que você utilize seus resultados de aprendizagem de maneira mais eficiente? Clique aqui e saiba mais sobre as possibilidades da plataforma que vai revolucionar seu desenvolvimento corporativo.

Comentários