Como o treinamento de compliance pode ajudar a sua equipe?

Sr. K - especialista em operação de T&D

Descubra como o treinamento de compliance é indispensável para que os colaboradores estejam de acordo com os padrões éticos e morais de uma empresa

O crescimento e sucesso empresarial dependem, prioritariamente, de dedicação e participação ativa. Porém, mesmo que uma equipe esteja em dia com essas duas características, as condutas éticas e morais precisam vir alinhadas para que a imagem da empresa não fique manchada pelos comportamentos inadequados. Para que isso não aconteça, é indicado a realização do treinamento de compliance.

Você, head de T&D (Treinamento e Desenvolvimento) ou até mesmo de outro cargo dentro do RH, já parou para imaginar a importância dessa medida dentro da empresa que trabalha? Entenda neste artigo como o treinamento de compliance é fundamental dentro de um negócio, além dos principais objetivos que devem ser traçados nessa capacitação e formas de colocá-la em prática.

Ficou interessado no assunto? Continue aqui e acompanhe! 

O que é treinamento de compliance? 

A palavra compliance surgiu no meio corporativo como uma forma de criar regras e indicadores de comportamento dentro de uma empresa. Do inglês comply, o termo remete, na tradução interpretada, a estar de acordo com alguma norma.

Dentro das empresas, aplicar normas é uma maneira de criar uma legislação própria, que define limites, permissões e atitudes que jamais devem ser tomadas. Quando não há esse tipo de discussão, o espaço pode sofrer distorção de imagem. Assim como as tomadas de decisões que não são compatíveis com a identidade do negócio podem ocorrer, entre muitas outras situações inoportunas.

Logo, é essencial que haja um treinamento de compliance para que os responsáveis saibam como aplicar essas regras éticas e morais dentro do negócio. Além de entenderem a importância dessas regras para manter a estabilidade dentro da empresa.

Características de uma empresa

Para construir esse pequeno regimento é importante que o time de T&D esteja ciente sobre as características da empresa. Existem muitos moldes, que ensinam como aplicar a compliance no meio corporativo, mas que não tratam sobre as especificações que cada negócio possui.

É importante que os profissionais responsáveis por criar o treinamento de compliance humanizem essa capacitação e que criem momentos que realmente sejam compatíveis com as características da empresa. As normas de uma loja de roupas, por exemplo, nunca serão as mesmas de um supermercado. 

Quais os objetivos de um treinamento de compliance? 

Quando incentivamos um treinamento de compliance estamos buscando não somente criar regras rígidas, que reprimam os funcionários e que os deixem temerosos perante os seus chefes. Afinal, a intenção é fazer com que o colaborador esteja ciente da verdadeira cultura da empresa e que respeite os limites que são estabelecidos.

Podemos dizer, então, que os principais objetivos desse modelo de treinamento são: 

  • Ter funcionários cientes de suas responsabilidades;
  • Esclarecer os riscos na violação da compliance;
  • Incentivar a cultura do local de trabalho;
  • Remover a responsabilidade legal em irregularidades;
  • Proteger a reputação da empresa.

Como o treinamento de compliance ajuda um time?

Com esse conjunto de normas esclarecidas pelos heads e analistas de T&D durante os treinamentos, os times conseguem se alinhar melhor diante das exigências da empresa e também entregar o resultado ideal por meio de um caminho ético.

Em vez de buscar soluções mirabolantes, que muitas vezes fogem de padrões morais dentro da empresa, o colaborador fica ciente sobre o quão problemático é fugir dessas pequenas normas e decide seguir o caminho certo. Ou seja, é uma maneira de ajudar uma equipe a se manter estável dentro do negócio. 

Como colocar em prática esse treinamento? 

Enfim, discutimos até aqui sobre o que é compliance, os objetivos de um treinamento nessa área e como isso pode ajudar os times dentro das empresas. Mas agora vamos ao ponto principal: como aplicar esse conjunto de normas dentro dos negócios?

Separe uma caneta e papel agora mesmo! Todas as informações a seguir são de suma importância para que você entenda de vez como colocar em prática o treinamento de compliance e torná-lo ideal para a sua empresa.

Defina o meio pelo qual a capacitação será executada

Em primeiro lugar é muito importante destinar corretamente qual o meio que o treinamento de compliance será aplicado. 

Durante o ano de 2020, por exemplo, houve um crescimento exponencial em capacitações virtuais, uma vez que o mundo se encontrava em uma pandemia. A tendência é que esse modelo ainda prevaleça em 2021, sendo uma opção bastante interessante para intercalar com projetos presenciais. 

Escolha o material e a carga horária do treinamento 

Um treinamento não deve ocorrer em vão: o material e a carga horária devem ser bem divididos e pensados para a empresa. 

Mesmo que você siga um modelo já existente, é fundamental adaptá-lo às características do negócio. Assim, quando ocorrer a capacitação o resultado realmente será positivo para os colaboradores e para a empresa. 

Defina o instrutor com atenção

Sim, existem muitos profissionais que trabalham com T&D no mercado brasileiro. Contudo, é preciso atenção na hora de definir o instrutor! 

Contratar uma pessoa que não se encaixe com o perfil da empresa pode gerar uma frustração entre os colaboradores. Por consequência, pode fazer com que o treinamento de compliance não gere resultados expressivos. 

Estipule os objetivos a serem alcançados

Como já dizia a animação Alice no País das Maravilhas, “se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve”. Essa frase é uma excelente analogia para você que é responsável pelo treinamento. 

Portanto, crie objetivos e estipule metas a serem alcançadas. O planejamento é a chave principal para sucesso nessa aplicação. 

Tenha o foco na valorização de ética dentro da empresa

O principal objetivo do treinamento de compliance é de valorizar a ética dentro da empresa. Mesmo que determinadas atitudes sejam frequentes no mercado, os heads e analistas de T&D devem focar na importância de seguir os padrões morais do negócio e estar sempre em dia com as responsabilidades daquele lugar. 

Faça análises constantes de aproveitamento

Por fim, para que o treinamento de compliance seja colocado em prática e haja uma análise concisa dos resultados, é extremamente importante realizar auditorias constantes, que vejam o aproveitamento dessa capacitação. Por meio desse resultado é possível entender se realmente toda a movimentação valeu a pena ou não. 

A aplicação de treinamento de compliance é uma necessidade dentro das empresas. Mas, além de manter essa legislação interna sobre ética e moral, é importante que os responsáveis em desenvolver esse treinamento entendam que o engajamento dos funcionários é primordial nessa etapa.

Por isso, a Skore oferece soluções digitais de treinamento, que dão ao seu negócio aprendizado digital sem que o colaborador tenha que sair de casa para participar da capacitação. 

Gostou? Aproveite para conhecer mais sobre a Skore e ficar por dentro de tudo da área de T&D!

Comentários