Microlearning: leve a educação corporativa para o próximo nível

Sr. K - especialista em operação de T&D

Aprender de forma rápida é fundamental para acompanhar a evolução do conhecimento. Descubra como o microlearning pode ajudar sua empresa nessa missão

Buckminster Fuller, um estadunidense nascido em 1895, desenvolveu o conceito chamado de “Curva de Duplicação do Conhecimento” para descrever a velocidade de desenvolvimento do conhecimento humano. Segundo Fuller, até 1900 o conhecimento dobrava a cada século.

No fim da 2ª Guerra esse período já havia caído para 25 anos e hoje, de acordo com cálculos da IBH, o conhecimento humano deve dobrar a cada incríveis 12 horas (e esse tempo está diminuindo a cada ano) até o ponto que tudo será praticamente instantâneo. 

Neste ritmo de mudanças, o maior diferencial competitivo de uma empresa está na sua capacidade de aprender mais rápido do que seus concorrentes e é aqui que o microlearning tem um papel fundamental. Vamos falar sobre isso hoje?

Continue lendo e descubra como o micro-aprendizado pode ajudar os programas de treinamento da sua empresa a acompanharem o ritmo de evolução do conhecimento e ficar um passo à frente. 

Antes de qualquer coisa, o que é microlearning?

Quando pensamos em aprender, a maioria de nós imagina uma montanha de livros, horas intermináveis ​​de estudo, inúmeras xícaras de café e muito tempo. 

O conceito de microlearning vai contra este “estereótipo” que criamos sobre aprendizagem. De forma resumida, o micro-aprendizado pega temas ou conhecimentos extensos e os divide em pedaços pequenos que podem ser consumidos em qualquer lugar.

A ideia por trás disso é ajudar os colaboradores a aprender conceitos-chave rapidamente, para que possam acompanhar o ritmo acelerado com que o conhecimento está crescendo. 

Cada parte do conteúdo aborda uma questão específica, resolve um problema, ensina uma única coisa. É ativo, falando diretamente com você e suas necessidades, e não para você, sem enrolação, direto ao ponto.

As técnicas de microlearning podem ajudar as empresas a ampliar e atualizar facilmente os programas de treinamento e manter os colaboradores por dentro das novidades em um ambiente de rápidas mudanças.

Como utilizar o Microlearning?

Otimize o aprendizado dos times

A maneira como trabalhamos está mudando. Nenhuma profissão e nenhum campo é seguro. A tecnologia tornou-se parte integrante da maneira como fazemos as coisas. As empresas estão introduzindo novas ferramentas para aumentar a produtividade. 

Da mesma forma, as empresas lançam novos produtos e serviços em uma velocidade absurda e precisam treinar seus times para produzir, vender e comunicar essas mercadorias. Todos esses elementos vêm com uma curva de aprendizado e sua equipe precisa se adequar a novos processos, novos conhecimentos e novas tecnologias. 

Entretanto, as pessoas estão ocupadas – elas têm projetos, clientes e várias tarefas. Qualquer “tempo perdido” será confrontado com uma certa resistência. Neste sentido, o micro-aprendizado pode te ajudar a reduzir essa resistência e integrar o conhecimento a rotina dos colaboradores sem gerar grandes ruídos.

Crie pequenos pedaços de conteúdo de 30 segundos a 2 minutos que apresentem um novo conhecimento e mostre como ele melhora a produtividade usando exemplos concretos. Destaque exatamente como isso ajudará a melhorar próprios resultados do colaborador. 

Em seguida, envie um conteúdo através do melhor método de comunicação para sua equipe todos os dias. As pessoas não têm horas para se dedicar ao aprendizado, mas mesmo o mais ocupado de nós pode reservar dois minutos se isso tiver um impacto direto no seu trabalho.

Agregue aos programas de treinamento tradicionais

De acordo com o Relatório de 2016 do setor de treinamento, 41% dos treinamentos ainda são ministrados por instrutores em contextos mais tradicionais onde, na maior parte das vezes, se reúne os funcionários em uma sala para falar sobre um assunto. Entretanto, isso não quer dizer que empresas que possuem estes modelos de programa não podem utilizar o microlearning. 

Para tornar os programas de treinamento mais eficazes, crie pequenos conteúdos como, por exemplo, vídeos de 1 a 2 minutos de cada ponto-chave do treinamento e use exemplos de sua empresa para mostrar como eles funcionam  na pratica. Você pode usar esses resumos como parte de um mini-treinamento maior que complementa a sessão tradicional e pode ser acessado através da sua plataforma de aprendizagem. 

Misture o microlearning com curadoria de conteúdo

Existem uma série de conteúdos brilhantes lá fora, escrito por pessoas incrivelmente talentosas em determinados assuntos. Utilize esses conhecimentos na sua empresa e torne eles ainda mais eficazes adicionando um contexto a este conteúdo.

Selecione pedaços pequenos de conteúdo que elaboram um ponto chave e os coloque-os perspectiva da sua empresa e compartilhe histórias de como esse aprendizado foi aplicado de forma eficaz.

O contexto é uma parte vital do aprendizado. Nós tendemos a entender e lembrar melhor as coisas, se soubermos como elas se aplicam a nós e por que elas são úteis. É por isso que criar conteúdo em torno das experiências da nossa equipe funciona tão bem.

A criação de programas de treinamento baseados em conteúdo curados tem muitos benefícios adicionais. É barato e reúne uma variedade extensa de conhecimentos e pode ser atualizado a medida que novas metodologias e descobertas são desenvolvidas. 

Um de nossos clientes faz isso excepcionalmente bem é a Fast Shop, uma grande varejista com operações on-line e tradicionais no Brasil. A empresa cria vídeos curtos de seus principais vendedores, compartilhando dicas específicas sobre como aumentar o desempenho de vendas. Isso ajuda a motivar a equipe e a ter um impacto real e mensurável. 

Alessandro Marinho, Ex-Gerente de Comunicação Interna e Educação Corporativa, implementou o programa em 2015 e registrou uma aprovação 85% por parte dos colaboradores.

Um apanhado geral

O objetivo das técnicas de microlearning é dividir grandes pedaços de informações em partes menores que podem se complementar em um programa de aprendizado ou criar trilhas específicas de treinamento. 

Estamos falando, aqui, de uma maneira de se manter um passo à frente em um contexto de constantes mudanças e desenvolver conhecimentos mesmo que você, ou seu time, tenha um tempo limitado. Sem dúvidas, o micro-aprendizado é uma grande arma para tornar os programas de educação corporativa mais eficazes.

Agora que você já sabe como levar o aprendizado da sua empresa para um próximo nível com a ajuda do microlearning, deixe um comentário me contando o que você pensa a respeito.

Comentários